Seja bem-vindo(a) ao meu lar.


Meu Bem
29/06/2009, 17:29
Filed under: Letras

Meu bem, onde estava você?
Não deixe mais
o meu mal ficar por muito tempo
Nada vai me afastar de você
se for para ser
Deus ajuda, será
Você me ensinou que fé é amar sem provas
Eu provo que te amo
É mais que

Linda, doce
vívida
Meu bem

Eu não quero esperar por te esperar
Nunca fará parte dos planos
amar sem ter onde depositar
Olhe para mim
Não se explique
Diga que é feliz e fique
Você me ensinou que fé é amar sem provas
Eu provo que te amo
É mais que fé

Não estava em meu quarto
Não encontrava nas cordas as minhas notas
Esse é o meu mal
Esse é o meu caos



Sobre Igor Pestana
24/06/2009, 11:37
Filed under: Sobre Igor Pestana

Igor Pestana          É FÁCIL IMAGINAR AQUELE INTRUSO SOL DE FEVEREIRO SE ACOMODANDO EM QUALQUER BRECHA DE UMA JANELA DESAVISADA. AS SOMBRAS CURTAS, COMO A NATUREZA IMPÕE, PARACEM ZOMBAR DA NOSSA FALTA DE REFÚGIO. COMO DE COSTUME ACABAMOS POR CEDER, CHEIOS DE CEDE, AO OLHAR ENCANTADOR DO SOL. PERCEBI RÁPIDO O PROBLEMA DA ELEVADA UMIDADE DO RIO DE JANEIRO ADICIONADA AO TERRÍVEL CALOR DO FANTÁSTICO VERÃO BRASILEIRO. O TEMPERO QUE O CARNAVAL MANUSEIA É SEMPRE INESQUECÍVEL. AS CONDIÇÕES CLIMÁTICAS E CULTURAIS NÃO ESTAVAM TÃO AMENAS E CALMAS PARA UM MENOS TRAUMÁTICO COMEÇO DE VIDA, MAS EU SOU TEIMOSO E INSISTENTE. TAL PECULIARIDADE ME FAZ BURRO PERIODICAMENTE E ATÉ AGRADEÇO COM MUITO APREÇO AOS MEUS PSICÓLOGOS POR AMIZADE, NÃO REMUNERADOS E TÃO LONGE FORMADOS.
          POR CANTOS E LUGARES ABERTOS DIZEM QUE TODOS NASCEM COM UM DETERMINADO OBJETIVO QUE AGUARDA INQUIETAMENTO A SUA CONCLUSÃO. PEÇO DESCULPAS AOS DEMAIS, MAS NÃO É O QUE ME FAZ CHEGAR MAIS LONGE. NÃO SOU NADA ATÉ O MOMENTO QUE EU OU A VIDA ME FAÇA SER. AS EXPERIENCIAS VENCEM OS COSTUMES TODOS DIAS DENTRO DE MIM. E PARA ME TORNAR NOVO E ÚNICO CONSTANTEMENTE ACEITO OU REJEITO, CONFORME O MEU HUMOR, OS PRESENTES SURPRESAS QUE O MUNDO INSISTE EM NOS OFERECER. MESMO REPLETA DE INTERCESSÃO ALHEIA A MINHA GUERRA SERÁ SEMPRE COMIGO. SOBRE ISSO NÃO HÁ ALTERNATIVA, EXCERTO A CONFUSA ESCOLHA DE SERMOS NOSSOS PRÓPRIOS ALIADOS OU INIMIGOS, LITERALMENTE MORTAIS.
        ATÉ O MOMENTO SÓ ME FIZ CAPAZ DE PERCEBER ALGUMAS VERDADES SOBRE MIM. SOU UM HOMEM NÃO CONVENCIONAL COMO TODOS. FEITO DE CARNE, OSSO, 5 LITROS DE PURO SANGUE VERMELHO E UMA TEMPESTADE DE PENSAMENTOS.



Invado
24/06/2009, 0:07
Filed under: Letras

Sou um intruso
Invado sem pedir permissão
Faço da sua casa
meu abrigo
Faço do seu corpo
minha proteção

Grato tanto é
Se desagrado é por agrado
Se peco é tentativa de perfeição
Se choro é desagrado
com o meu imperfeito
Me abraça direito
e direto no meu peito
Planta ternura, que semeia
mesmo com a vida dura
Faço da sua vida mais
minha
do que tua

Hoje não invado
Escrevo o quanto antes e me calo
Um dia sem procura
e para não ser um calo,
um dia sem ternura
Acolho minha voz dentro do ralo
onde abaixo de todos não possui
ressonância e assim me retiro
E não falo
Como uma bala perdida no peito
Saudade, que em mim revolta e sangra.



Olá
22/06/2009, 20:29
Filed under: Geral

 

banksy - apartheid wall

“Estou brincando de criança com um brinquedo novo.
Estou me sentindo um briquedo nas mãos de uma criança.
Me sinto criança. Me sinto brinquedo.
Me sinto brincadeira de criança.” Continue lendo