Seja bem-vindo(a) ao meu lar.


O bem recente
26/04/2010, 19:52
Filed under: Letras

Pensando alto
Num fato hodierno
Cantando baixo
Pra não se afastar
Rindo da graça
Sorriso bobo
O tempo todo
Pra não dispersar
Meu estado cismático
Axiomático, se fez estático
Com um só olhar
Perdi as contas dos devaneios
Decorei os anseios pra devanear
Descorei os meus medos
Num aconchego vislumbrei
Sobre um beijo fiz poesia
Fez ventania fez rendição
Uma jornada de peito aberto
Não sei o certo, mas sei a decisão
Bonito é sorrir e não ter por que
Ser feliz é acordar disposto a sorrir
Assim a vi mais linda do que fui capaz de criar
Eu rindo de mim
Todo meu texto ensaiado foi pra trás deixado
Por pensar demais
Tanta idéia solta se apazigua na sua boca
Veja o bem que faz