Seja bem-vindo(a) ao meu lar.


O bem recente
26/04/2010, 19:52
Filed under: Letras

Pensando alto
Num fato hodierno
Cantando baixo
Pra não se afastar
Rindo da graça
Sorriso bobo
O tempo todo
Pra não dispersar
Meu estado cismático
Axiomático, se fez estático
Com um só olhar
Perdi as contas dos devaneios
Decorei os anseios pra devanear
Descorei os meus medos
Num aconchego vislumbrei
Sobre um beijo fiz poesia
Fez ventania fez rendição
Uma jornada de peito aberto
Não sei o certo, mas sei a decisão
Bonito é sorrir e não ter por que
Ser feliz é acordar disposto a sorrir
Assim a vi mais linda do que fui capaz de criar
Eu rindo de mim
Todo meu texto ensaiado foi pra trás deixado
Por pensar demais
Tanta idéia solta se apazigua na sua boca
Veja o bem que faz

Anúncios

3 Comentários so far
Deixe um comentário

Veja só, como são as flores
Contempladas assim com tal simplicidade
Causam todo esse furor
Numa cabeça pensante! haha

Digo sim!
Beijo

Comentário por Ingrid

“eu rindo de mim
um sorriso de festim
que pleiteava teu luar.”

tua escrita me enche de um orgulho que eu nem sei. afinal, nem teu parente eu sou.
ah! deve ser porque sou teu amigo e gosto de te ver devanear.

Comentário por mais um zé

Hum… atualizações! Atualizações!!
Hehehehe

Comentário por Dancer




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: